Apoiomedicos maconha

Segundo Pettis, a maconha não ajuda a vencer lutas, não é como esteroides e anabolizantes. As informações são da AGFight

Antes da pesagem oficial do UFC 192, realizada na última sexta-feira (2), alguns lutadores foram convocados pelo evento para promoverem uma sessão de perguntas e respostas com os fãs na cidade de Houston (EUA). E, como esperado, o caso que envolveu a suspensão por cinco de Nick Diaz por uso de maconha foi mencionado, e polêmico atleta ganhou apoio de um ex-campeão.

Presente na conversa com o público, o peso-leve (70 kg) Anthony Pettis tomou à frente ao microfone quando questionado sobre o doping de Diaz e afirmou que, ao menos em seu julgamento, não há sentido em tratar o uso de maconha como doping.

“Eu não acho que isso ajuda a vencer lutas. Então não acho que é uma grande coisa, não é como um esteroide ou anabolizante. Apenas te faz ficar feliz e cansado (risos). São mais desvantagens do que vantagens”, ironizou.

Durante recente participação no podcast do comentarista Joe Rogan, Donald Cerrone afirmou que Pettis teria lhe oferecido ajuda para a luta contra o campeão Rafael dos Anjos, pois o ‘Showtime’ odiaria o brasileiro. No entanto, ele aproveitou a oportunidade para desmentir a afirmação do ‘Caubói’ durante o Q & A.

“Essa história de que eu vou treinar para ajudar o Cerrone para a luta com o Rafael dos Anjos é absolutamente falsa, não iremos treinar juntos”, disse Pettis, avaliando o confronto pelo título dos leves (70 kg), que acontece em 19 de dezembro, em Orlando (EUA).

“Acredito que o Caubói pode vencer o Dos Anjos, mas se o verdadeiro Cerrone aparecer dentro do octógono”, encerrou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here