Apoiomedicos maconha

Conseguimos mais uma! Depois de intensificarmos a ação e com apoio de todos vocês e seus amigos, conquistamos mais uma vitória. Com 10 mil apoios registrados, levaremos o debate sobre a autorização do cultivo de maconha para fins medicinais até a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado (CCJ), no âmbito do PLC 37/2013 – revisão da Lei de Drogas de 2006.

Agradecemos a cada um dos mais de 10 MIL BUDDIES que contribuíram, apoiando o ingresso do debate na pauta da CCJ.

Petição pública no Portal e-Cidadania que propõe o debate sobre a autorização do cultivo de maconha para fins medicinais, atinge a marca de 10 mil apoiadores e chega à CCJ.

Com aprovação do Conselho de Medicina, receita médica, e até mesmo com autorização da Anvisa para a importação, muita gente ficará sem a opção de tratamento a base dos derivados da maconha. Uma solução para reduzir o alto custo de importação, taxas e toda burocracia, é a pronta autorização da União para o cultivo caseiro. Por isso, em mais um movimento – o terceiro no assunto, através do portal e-cidadania – o ativismo levanta o debate sobre o Parágrafo Único do Artigo 2º da Lei 11.343 de 2006 (atual lei de drogas), que permite à União autorizar o plantio, a cultura e a colheita da maconha, exclusivamente para fins medicinais, em local e prazo predeterminados, mediante fiscalização.

Maconha é remédio. E agora?

A proposta foi apresentada ao Senado através do Portal e-Cidadania por André Kiepper, ativista, pesquisador e idealizador da SUG 8. Após o registro dos 10 mil apoios necessários, o artigo 2º da lei nº 11.343/2006 será debatido pela CCJ, onde tramita o PLC 37/2013, nos moldes das audiências públicas da #SUG8 e #SUG10. O PLC 37/2013 é a revisão da Lei de Drogas de 2006 com tendência totalmente oposta ao que o resto do mundo está legislando sobre o tema.

Maconha é remédio 10k

Quem ajudou na causa.

Não foi fácil conseguir ‘só’ 10.000 assinaturas, chegamos até imaginar que a proposta não alcançaria a meta. Mas graças a divulgação e apoio de diversos coletivos, ativistas e paginas conseguimos fazer a diferença, mais uma vez! Agradecemos a todos os envolvidos na luta e aguardamos pelos próximos atos em prol da regulação da maconha. Um salve especial a todos os usuários que quebraram o tabu e compartilharam em suas timelines.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here