Apoiomedicos maconha

Após ser derrotado por Conor McGregor no último final no último sábado (20), em Las Vegas (EUA), Nate Diaz gerou polêmica durante a coletiva de imprensa do evento após ter chegado com um vaporizador que continha, segundo ele, óleo de cannabidiol, ou maconha medicinal.

/p>

Diaz tem autorização médica para fazer uso da maconha medicinal, mas mesmo assim não escapou de uma investigação pela USADA (Agência Antidopagem dos Estados Unidos). O Porta-voz do órgão, Ryan Madden declarou, em entrevista ao site americano “MMA Fighting” revelou que estão avaliando a situação de Nate, que pode ser punido pelo uso da substância.

Mas pra quem acompanha o UFC, sabe que na verdade o UFC tem uma treta monstra com o irmão do Nate, Nick – também por uso de maconha, mas a treta maior é porque o irmão dele, em outra oportunidade vazou o valor do salários no UFC. O que deixou Dana e os irmãos Fettita de cara.

Punição para Nick Diaz por uso de maconha gera revolta em lutadores

O irmão de Nate que lutou com o Spider.

UFC: Charges não perde tempo e faz piada com Nick Diaz

No órgão americano a maconha é considerada uma droga recreativa, no entanto é proibida durante os períodos de competição, ou seja, 12 horas antes e depois do início da luta. Sendo assim, Nate Diaz então não seria punido pela lei, sim por quebrando a regra ao fumar logo após o evento, na coletiva de imprensa.

Apesar de ser considerado doping, o uso da maconha medicinal é liberado para quem possui licença médica e remédios a base de cannabidiol são vendidos em farmácias mediante receita médica.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here