Apoiomedicos maconha

Nessa última sexta consegui encontrar o Bernardo, BNegão em Curitiba e trocar uma super ideia com ele sobre maconha, política, leis, caso Cert, copa do mundo, olimpíadas, o novo cd dos seletores que vem aí e, Planet Hempaaa! Confere ai!

Essa matéria conta com o vídeo da entrevista, que você pode assisti-lo (abaixo) ou ler em formato texto. Então escolhe aí e se gostou não esqueça de compartilhar com o mundo, valeu?  😉

https://www.youtube.com/watch?v=rzdBd41YCjE

Pra quem não o conhece (duvido muito). Bernardo (Rio de Janeiro, 26 de outubro de 1973) é um cantor e compositor brasileiro de rap e hip hop. Letrista e cantor da banda Planet Hemp, conhecido também no mundo musical com sua banda, BNegão & Seletores de Frequência que tem uma pegada rap, hardcore, dub e funk, com boas batidas e críticas sociais.

 

Qual é a tua “nova visão“, em relação a maconha?

BNegão: A minha visão na verdade, como eu tava falando… Ela não é nova. Mas o trocadilho é novo.

Mas cara, a questão é básica assim… (Uma) Enfim, tudo que já falei ao longo de décadas aí. Seja com o Planet ou fora dele: A questão da proibição da maconha e o jeito como ela foi “demonizada” ao longo de várias décadas é uma parada baseada e que acontece, e só é bem sucedida, graças à ignorância das pessoas em relação assunto. As pessoas; classicamente não correm muito atrás de informação né.

“O mundo é todo feito de uma forma pra quanto menos informação melhor. A não ser que seja informação inútil, que aí: nego tem a rodo pra entupir a cabeça dos outros.”

Essa história da proibição da maconha é uma parada que perdura até hoje, sabe qual é…
Inacreditavelmente o mundo ta quase acabando e nego continua nessa parada aí [a proibição], e eu paro para pensar nisso. É inacreditável, tem gente sendo presa até hoje por causa disso.
Não só o caso do Cert que é importante, porque ele [nesse contexto] bota uma luz nos outros casos, como o de várias pessoas anônimas que tão sendo presas, sacou? Nessa história…

…Enfim, é uma parada que cara, só vai mudar mesmo, como ta acontecendo. Na base da informação, da ideia, de chegar com a informação (máxima) profunda e pertinente possível. E de pessoas, que não fique aquela coisa clássica – de achar que é maconheiro lutando por causa própria. É uma parada muito além disso….
É uma parada que as pessoas tem que entender que é além, que influência alem do “usuário”. O usuário é importante nessa coisa, mas a parada [a legalização] muda todo um ambiente. Sabe?
Você mexer nisso muda para melhor, isso aí é certo, você disporá (assegura) a situação do mundo de mandar vários caras e a superlotação na cadeia… Imagina quantos deixariam de ser mandados, enfim e que continuam sendo mandados para o presidio, superlotando presídios, NEGO NÃO ERA PRA TÁ LÁ SABE QUAL É? NÃO ERA PRA TÁ LÁ DE JEITO NENHUM!…

…Primeiro que o cara tem tipo assim: é uma planta sabe? Não é uma parada…
Poh, se nego fizesse isso com todos os caras que roubam dinheiro público, Imagina. Aí sim, sabe qual é…hahahhahahha…. Mas esses caras nem passam perto da cadeia. Sabe? E chega um cara (o policial) e pega o cara (o usuário) em casa e leva direto pro presidio, o cara (Cert) ta no presidio sabe? Isso é o fim da picada. É isso aí!

E as outras drogas?

BNegão:  Cara, eu sou a favor da legalização de todas as drogas na verdade. Esse é um poder que ta numa mão que é foda sabe? e ao mesmo tempo complicado, quer dizer, é complicado em todos os sentidos. Tanto no sentido da própria…Que nego não consegue nem fazer isso com a maconha que é uma parada simples, sacou? E tipo é uma planta, uma parada. Imagina [conseguir entender e regulamentar] com o resto!

Sem contar o lado também que realmente é pra se pensar. A questão de galera que debate sobre isso e fala: – Beleza? E os caras que trabalham [os traficantes] com isso? O que os caras vão fazer?

Tipo assim: É uma chance [de mudar], vai ter um efeito colateral. Mas isso é normal, do jeito que tá, não tem como ficar!

Então deveria começar pela maconha?

BNegão: Sim, isso é certo. Tipo assim: A maconha na minha opinião já era pra estar a muitos anos legalizada sacou? Regulada sabe? Só que enfim, essa é a doideira, é uma uma parada que conta com a ignorância alheia, enfim é complicada por isso… E muita gente não mete a mão nessa cumbuca porque…. O próprio Fernando Henrique, tipo o cara ta na parada agora, beleza, ta buscando. Mas ai perguntaram: “- Porque não fez isso na época de presidente, que tinha o poder?” Ae ele falo: ” – Pô, não podia! Sabe qual é?” Se ele fizesse isso na hora, no outro dia ele tava na rua, sabe como é. É fogo isso, e o cara é presidente.

bnegao-olimpiadas-londres
Olimpíadas 2012, Londres

Em 2012 você cantou nas Olimpíadas de Londres, mas negou se apresentar na copa do mundo 2014 (no Brasil). Você se apresentaria agora nas olimpíadas 2016?

BNegão: Não, não…

Por que?

BNegão: Cara aquilo lá, foi uma parada assim: Me chamaram pra parada. Pensei, pensei várias vezes.. ahh, até uma parada que houve. Enfim… conversei com algumas pessoas de lá e falei tipo:

“- Eu vou pela música, pra apresentar a música brasileira moderna sacou.”

E quero ver o que ta acontecendo ali e to em um lugar foda, sacou, que vai ter uma galera foda tocando! Então porra, era The Who, era o Queen, era não sei o que… Porra, na abertura foi o Paul McCartney no palco, foi uma parada madness, é outro mundo sabe? Então assim: aqui vai ser o Michel Teló, Ivete Sangalo… é outra parada: Tipo assim, esse não é o meu universo sabe?!

Michel Teló, Ivete e BNegão? Realmente - fora de contexto.
Michel Teló, Ivete e BNegão? Realmente – fora de contexto.

E se era pra fazer uma experiência, eu preferi fazer lá, até porque lá eu fui chamado pela questão musical sacou? Aqui tem gravadora e não sei o quetem o jabá ou não tem, sacou?
Aqui a chance de ser uma parada constrangedora é mega e lá não! Lá é uma parada dirigida pelo Cao Hamburger e Daniela Thomas, são dois diretores fodões e que tem uma parada de conceito foda, de estética e várias paradas e :  Eu, Seu Jorge e Marisa Monte. Ta tudo certo, sabe? Beleza! A gente representou bem e foi classe, a gente conseguiu fazer uma coisa fugir da camisa de força; que vai ser quando for do lado de cá.

A parada foi essa então:
 
Fazer a parte musical, estar lá. Inclusive quando chegou lá, no momento eu cheguei e falei cara: “Se tiver alguma coisa, tipo vier prefeito querer tirar foto, eu to fora dessa foto, sabe” Eu sou opositor aquele prefeito ali, sacou?”. Então ou seja, neguinho convidou pela parte musical, não pela curiola [instituição].

Então fui lá [nas olimpíadas 2012] = beleza!
 

Copa do mundo

BNegão: A abertura copa do mundo. Foi uma parada (pô), deprimente!
Eu me recusei a participar…

A copa do mundo é uma parada que eu sou frontalmente contra, como sou frontalmente contra na verdade, às próprias olimpíadas [no Brasil em 2016]. Apesar de feito a entrega da bandeira da parada, mas eu pensei pela parte musical… Pra passar aquela experiência, pra vivenciar aquela situação.

É simplesmente assim [uma mega evento realizado aqui] no Brasil, não adianta falar que esse dinheiro vem de outro lugar, que não vem, sacou? Ele vem do dinheiro público e cabô. E tipo nego [os políticos] tem um monte de coisa pra resolver e não resolve. Daí nego convence a galera, fala do legado e todo mundo sabia desde sempre que o legado não ia acontecer.

A copa do mundo era classico que ia dar nisso: legado zero e roubo mil, sabe?

Normal, esse é o terceiro mundo (clássico), por exemplo uma parada de estudo mínimo [analisar um pouco]:

– Uma única copa que não deu prejuízo? Todas, sempre dão prejuízo!
 
Uma parada [um evento] que é impagável, foi a dos Estados Unidos, por que? Os caras [da FIFA] falaram: Mermão, falaram: “a, vai construir…” – “vai construir porra nenhuma, pô joga aí no campo de golf, como você quer, bota grama sintética e que se-foda”. Ta lá [o país é soberano], sacou?
…Neguinho jogou nos próprios gramados que TAVAM, sacou, tosco, mas beleza. [foi o que rolou] E os caras [dos estados unidos] se opuseram sabe? E aqui o neguinho falou [a FIFA] que queria 8 estádios e o cara [Lula, o presidente do Brasil na época] fala, “Não. Então vamos fazer logo 12!”  Sabe? Tipo assim, sacou? Pelo amor de deus…
 
E essa parada aí, esse governo, governo Dilma e o caralho já veio com uma opinião de grego. Da época do Lula, que tipo, foi um dos maiores vacilos da história, que eu já vi de um governante. O cara pegar a copa ele falou “Ah, eu peguei a copa pensando no futebol… Nem pensei na parte da grana.” Beleza?! Mas quem se FODEU/FODE foi o povo inteiro sacou…
E porra, o cara da CBF que era um ladrão danado, Ricardo Texeira o próprio ladrão falou:  “Oh, copa do mundo, uma boa copa se faz com dinheiro privado e zero dinheiro público.”. Aí neguinho “eeee, zero dinheiro público e tal, só dinheiro privado”. Resultado? Zero dinheiro privado e dinheiro público, sacou, mais um roubo de bilhões [dos cofres públicos]. Então assim, é uma parada que nego chuta cachorro morto, sabe? Tipo, é uma parada que não tem como concordar.

Eu fui convidado pra fazer várias coisas dentro da copa, propaganda e o caralho e neguei tudo. Tipo com MOH educação, mas neguei. Falando o porque tava negando, 100% contra a existência daquilo ali, no Brasil.

…Se fosse em outro lugar, mas na maioria dos outros lugares não querem mais fazer. Tipo vários lugares, tipo Suecia que tentaram fazer a olimpíada de inverno, o povo mesmo vetou. E lá todo mundo tem plano de saúde, escola boa, pública, todo mundo a porra toda. E nego falou “temos outras prioridades”, aqui não, aqui temos um monte de coisa pra fazer e não,  “ah ta tudo certo.” é isso, sacou? E a FIFA sai mais milionária que entrou e o Brasil mais pobre que era. Porra!

lula-dilma-fhc

Você comentou no Lula, Dilma… Você acha que o governo do Fernando Henrique Cardoso deixou algum tipo de prejuízo?

BNegão: Todos os governos deixaram prejuízo. Governo é uma parada que é contra o povo sempre sacou? Governo é isso! Você tem que ver quem é o menos pior.
Pô, o FHC [Fernando Henrique Cardoso] vendeu tudo sacou? Se você tem um telefone que é uma bosta, pra você falar, sacou? Que cai o tempo todo e que você paga uma grana fudida, foi porque ele vendeu as paradas, as conceções a um preço de banana sacou? embolsaram uma grana FUDIDA e a galera tipo, tomou no cú… vendeu as SNS, Vale do Rio Doce, só não vendeu a Petrobras, porque não deu tempo.

Nego ta fazendo todo esse “guerigueri” [escandalo da Petrobras] porque ta na pira que agora vai, sabe? Porque enfraquece a parada e daqui a pouco vai. É uma parada suja geral, na verdade.

Um cara que tinha uma possibilidade de mudança fortíssima, que era tão forte, que foi deposto né. Que era foi Jango [João Goulart foi deposto pelo Golpe Militar de 1964, liderado pelo alto escalão do Exército], o ministro da educação do cara ia ser o Darcy Ribeiro. Sacou?
Tipo e todos os caras, todo mundo, só os mestres principais, nas principais cadeiras. nego de pensador de mudança.
(tipo)
Isso não existe mais… agora é cargo, é partido, é não sei o que e o caralho… Botam uma mulher do agronegócio no ministério da agricultura, a mulher pô, que mais destrói as paradas, que vive jogando contra o meio-ambiente, questão indígena… a mulher… a “malévola da parada” ta lá, indicada pela Dilma.

Essa questão de hoje em dia, a parada polarizada, como se eu só pudesse ter o PT ou PSDB. Tipo ou se você não é um não é outro, então você quer o voto de ternura.

“Vai se foder! Vai se foder muito sacou, vai se foder.”

…É como se a vida dependesse – Só pode se resolver se você estiver em um partido sabe? “Vai tomar no cú!”.
A parada é muito além disso, a vida. O partido é um negócio sujo pra caralho, mas o mesmo tempo assim, se a organização do país esta do jeito que a existência do partido – não é possível não ter. OK!
Mas você ser [contra], você achar os partidos uma merda não significa que você é a favor da ditadura militar. Meu pai foi combatente e eu sempre tive essa parada, tipo 100% combatente contra essas forças aí, sacou? Mas por isso você vai achar o partido maneiro? Parada onde neguinho faz merda pra caralho, sacou merda pra caralho. Todos, então pô, vai se FODER pra lá….

Por essas e outras que eu acredito muito na organização popular, sacou? Mesmo!
Tipo de fazer as coisas e tal e porra… Porque, não dá pra você depender de uma galera que ta ali no joguinho de poder. Você tem que andar por ali, vai ter que ir no congresso, beleza. Mas você tem que saber, que sacou, a maioria infelizmente é uma cambada de filho da puta né, infelizmente…

 

Você é a favor do voto obrigatório? 

BNegão: Não! Voto obrigatório cara, pensa nisso democracia & voto obrigatório. Se você fazer a etimologia das palavras, não bate, sacou? Isso é obvio!
Tipo assim, é um jeito de ditadura disfarçado você ter um voto obrigatório. Por exemplo:
– Ninguém votaaaaa, 30 anos sem votar.
– Agora todo mundo tem que vota nessa merda!!!

Porra, tipo assim, eaí? (me perguntou)

8, 80!

BNegão: Porra, e os caras que se mantém no poder até hoje, os PMDB da vida que estão sempre em qualquer governo que vai ter. Dizem, “o PT, derruba a Dilma, caralho” aí vai o cara do PMDB maneiro pra caralho, pra Presidente… hahahah Inteligência pura…e tipo, PSDB é uma costela do PMDB…
Nego saiu porque a esquerda do PMDB tá muito, centro-direita. A primeira coisa que eles fizeram foi aliança com o PDF que é a extrema-direita. hahaha maneiro, isso ta legal, isso pode. hahaha.

É, enfim é uma parada bizarra, bizarra geral [em todos os sentidos] você estar em um país que tem serviço militar obrigatório e voto obrigatório. Significa que você não está em uma democracia plena. Simples. E outra coisa, o voto obrigatório é o que sustenta um monte de filha da puta. O cara [político] faz a política do pão, do leite, do caralho. “Vota em mim que eu te dou isso… Vota em mim que te dou aquilo.”

O voto é, era ser pra galera que ta interessada em votar, que está interessada na mudança. É isso!
E o voto obrigatório, é a mãe, o pai, a familia inteira, na putaria política.

[E todo mundo indo pela margem!]

BNegão: hahhaa foda!

Musica 

Estão falando nas redes sociais que você vai lançar um disco novo, conta mais!

BNegão: Sai um cd novo agora em Junho. Nós estamos ensaiando pra gravar ele agora em Abril. Sai em Junho virtualmente, na net. E Julho fisicamente, fazendo shows e fazendo as coisas…

Vocês vão fazer turnê pelo Brasil todo?

BNegão: Brasil todo! Tem show já preparado pra Curitiba na parada, finalmente! A gente quer muito tocar aqui, mas não rola chance dos seletores tocarem aqui em Curitiba, nós tocamos bastante em São Paulo, Rio. Mas com o lançamento do disco, a galera pode esperar que logo tamo aí.

Planet Hemp

 

ormação original com Marcelo D2, BNegão, Rafael Crespo, Pedrinho, Formigão e Zé Gonzales
Formação original com Marcelo D2, BNegão, Rafael Crespo, Pedrinho, Formigão e Zé Gonzales

E como foi a reunião com o Planet?

BNegão: Na verdade rola ainda, porque nós fazemos agora…. Desde o ano passado, combinamos que faríamos uns 10 shows por ano, assim.

E vai rolar no Brasil todo esse ano de novo?

BNegão: É, alguns lugares, no Brasil todo não dá com 10 hahaha [se-que-lei]. O Brasil é muito grande, mas 10 ou 15, sei lá. Mas vai rolar!
Vai ter um agora que a gente vai tocar, vai ser no festival Back 2 Black, lá no Rio e é Linton Kwesi Johnson + Dennis Bovell Dub Band, que pra mim é um dos shows que eu mais quero ver na minha vida inteira…
Estou esperando esse show a mais de 25 anos. O cara é o poeta do DUB, Dub Poetry absurdo! Vai ser ele, Planet Hemp e Damian Marley, no mesmo dia. Vai ser responsa! Quem puder chega lá, que o bixo vai pegar!

Agora falando em amigos, já que falamos do Planet…
O caso do Cert, da Cone Crew Diretoria que foi enquadrado por tráfico por cultivar maconha. Você conhece ele? 

BNegão: Conheço, lógico.

Cert, cantor da Cone Crew Diretoria
Cert, cantor da Cone Crew Diretoria

Quer discorrer um pouco?

BNegão: Cara eu acho que é o que eu falei no outro depoimento [para o Regule a Maconha.com], mas falo de novo. Essa é uma questão que enfim, que é complicada no Brasil eternamente. Sabe qual é? Eu acho, que se, tem como tirar alguma coisa positiva dessa situação bizarra, por ele ser preso, por isso, por essa questão da maconha especificamente falando. É o fato de botar a luz sobre sobre essa situação que ta rolando com vários, jardineiros, plantadores e tal: pra cultivo próprio. Não estou falando aqui dos caras que tem as mega fazendas, estou falando da dos caras que fazem pra cultivo próprio. E essa galera ta sendo detonada, presa e enquadrada como traficante. Sendo que: O plantio pra consumo próprio é a ação mais anti-tráfico que existe. Pro usuário não existe nada mais anti-tráfico que você plantar na sua casa.

“É o famoso, não compre. Plante!”

BNegão: E simplesmente, ai entortam tudo do e o cara vira traficante, sabe? É uma situação bizarra. Mas é graças a galera que faz essa onda aí [de difamação da maconha, policiais, proibicionistas, repórteres policiais e até mesmo o maconheiro que não procura saber o que está acontecendo, deixa], eles se criam na base da ignorância alheia. Infelizmente! Pra isso que estamos aqui, pra tentar quebrar um pouquinho essa ignorância no ser humano.
Parar pra pensar um pouquinho só, não dói nada, acredite!

Você passou isso com o Planet Hemp, porque é similar né?
Por Liberdade de Expressão.
 

BNegão: Sim, nós passamos por isso por liberdade de expressão, ele por liberdade de plantação hahahaha.

O Planet Hemp, passou por plantio também? 

BNegão: Não, não. Tou falando, a gente passou por isso por liberdade de expressão, ele por liberdade de plantação hahahaha.

hahaha (sequelei), me diz uma coisa: O que você pensa a respeito?

BNegão: A questão do Planet… Graças a deus não fui preso nessa parada. Eu tava na época como elemento surpresa dentro do Planet, eu tinha o show da minha banda, o Funk Fuckers e tal e daí fui fazer o show que não teve, fiquei puto que já tinha ido viajar e acabou que sobrou pro Gustavo que estava lá [no Planet Hemp], no meu lugar.

Mas a parada é essa, a história do Planet é como eu falei. Ela tirou o assunto do porão e trouxe pra discussão de mesa de jantar sabe? Botou uma luz no assunto.

Quando vocês caíram por liberdade de expressão o sistema deu uma “afrouxada” com relação a falar de maconha.  E agora..  Você acha que depois desse caso do Cert, com a pressão da mídia tradicional e mídia popular. Você acha que vai “dar” uma pequena “afrouxada” na lei de Drogas, relacionada a plantio?

BNegão: Eu não acho que “afrouxou” a parada com relação a maconha, a questão é que puxou o debate mesmo. Então na verdade, ela puxou o debate inteligente sobre a questão, sabe? Então surgiu o ponto que os próprios caras, os ativistas proibicionistas, os caras ficaram putos com a prisão do planet sacou?  Falaram até em entrevista: “pô, essa prisão vai transformar os caras em herói, vai… vai fuder. Vai jogar contra a gente”, sabe?

Então, esse cara que fez essa prisão, que ele queria aparecer, queria fazer as coisa e tal. Beleza!
(Até tentou se candidatar a deputado, ou tentou cair na política…)
Mas o cara, deu tiro no pé, fudido… Buscou uma parada ali, querendo pagar de bam-bam-bam e, tipo. Logicamente o lado que discute a legalização foi pra cima, mas os proibicionistas também foram pra cima e falaram: “pô, isso é a tática errada” sacou..

Os caras pensam taticamente também!  Normal! Tem gente tática de tudo quanto é lado, dos dois lados… é isso. Acabou que foi isso e a parada, o assunto veio a tona mais forte.

E nessa questão do Cert, eu tou acompanhando exatamente tudo pelas redes sociais e por telefone, direto com amigo e tudo, conversando e vendo o que é possível fazer. Não tou acompanhando pela mídia tradicional sabe? Pra ver o tamanho da coisa – pra eles, pra ver e poder dizer se vai ou não acontecer alguma coisa sobre isso em termos [do plantio de maconha].

Mas eu acho que tem a possibilidade de acontecer, de ter a discussão.Você pega a lampada que ta ali a luminária e você bota aqui (tchum) na discussão. E nego tem que entender que o cultivo próprio é uma ação anti-tráfico e não uma ação de traficante, é oposto sacou!? Um ta na china e o outro ta sem lá onde.

Então é isso, entendimento mínimo… Tomara que aconteça!

Você já escreveu alguma música diretamente por causa da história de algum amigo?

Pô, o próprio Planet assuntou isso aí até não ter mais tipo: não tem mais assunto que você consiga falar, que não tenha sido falado ali. Então, assim milhões de musicas.

Falando de Planet, uma pergunta que geral faz…

Vocês vão lançar alguma outra música no Planet, pensam em lançar?

Não, não. Acho que a gente já deu nossa cara. Acho que já tá tudo meio que, falamos, fizemos as paradas, agora a gente fazemos as turnês pra…

Pra velha guarda?

É! não! Nem velha cara, a velha guarda nem vai, só vai mulecada no show, a velha guarda já viu naquela época lá. Daí é isso, a galera vai e tal, é um momento de “desobediência cívil” e de encostar e mostrar algumas coisas diferentes pra mente da galera.
A ideia da turnê é as músicas que já tem e é isso aí.

Falando do baseado, você lembra do primeiro?

Puta nem lembro, memória jamaicana…

E você ja cultivou?

Não, não cultivei. Mas é isso uma parada foda.
Nessa história mesmo do Cert, assim é uma parada que não dá ficar opinando né… Mas é como é uma parada proibida até hoje, infelizmente. E se você dá a cara a tapa, eu acho complicado você ter na sua casa a parada, sacou?

– Fica a mercê?

Você fica na mão! Sabe qual é?
Você ta falando “é… não sei o que” [legalizar a maconha]. Então vou lá na tua casa… (vou) [e bate a polícia].
Então acho que é classe assim, o clássico da parada é a galera que, enfim…
Eu tenho meu nome ligado a isso a décadas, a maconha. E se eu tiver na minha casa, tou lascado. Sabe qual é?
É a coisa mais fácil do mundo nego chegar “ah beleza, menos de duas horas” sacou? Tou lá eaí, sabe? Agora se eu não tiver nada, os caras não tem [nem argumento, nem flagrante]. Eu fico tranquilo que vamos debater de igual pra igual, sem ter meu calcanhar de aquiles ali sacou?
Mas eu sou a favor! sou mesmo, eu acho, que se bobiar é a coisa mais importante, essa parada nem veio Planet, veio de uns índios que tinha antes do Planet. Chamado Colírio Cultural, era o Reinaldo e o Frits que editavam e faziam as paradas… Que dali tinha essa frase: “Não Compre, Plante!”.
Nego pegou lá e fez a música e tal, então assim: De toda as coisas que já foram faladas dentro do Planet, em termos de maconha, a mais importante de todas é “Não Compre, Plante!”. Essa é a parada mais revolucionária e libertária realmente que eu penso.

Você deixa de trabalhar com um Lobby, né

Total! E sem contar as outras partes:

  • Você não se envolve com uma parada complicada, o tráfico.
  • A qualidade da parada é mil vezes melhor.
  • A energia da coisa; É uma energia complicada, não tem como você achar que ta imune aquilo ali [fumando prensado], se a parada passou por tiro, por morte.

É foda, não tem como [continuar comprando]! É todo melhor sabe? O plantado.

Eu fumo pouco hoje em dia, relativamente do que eu fumava. Mas, eu sempre dou uma olhadinha, cheiradinha na parada… pô, vejo a qualidade da coisa e normalmente quando fumo, fumo Skunk ou plantado que surgem, sabe?
Sempre falo pra neguinho que me fala “quero fumar contigo…” eu friso cara, não tou desfazendo, sabe?
Mas pô, ja fumei tanta parada ao longo do tempo sabe… mas beleza. Hoje quero vinho importado, quero a parada, a cerveja sacou? Gourmet…

Se vai tomar 10, toma uma da boa…
[A analogia de maconha do tráfico vs cerveja popular]

BNegão: Realmente! Não quero tomar mijo, skol, essas paradas. Prefiro gastar um dinheiro numa cerveja foda sacou… Do que tomar 20 cerveja com transgênicos, etc.

Ano passado teve o debate do Sen. Cristovam Buarque lá no Senado, a #SUG8, que foi o primeiro debate da Maconha…

BNegão declara instantaneamente:
“- Cristovam Buarque é um cara que eu levo muita fé!”

…Continuo a pergunta. Você acha que estamos via uma legalização, a regulação da maconha, ou vamos continuar “enxugando o gelo”?

BNegão: Cara, eu quero muito ser otimista nesse caso. Mas assim, é foda!
As minhas opiniões são essa enxugando o gelo, verdadeira dança do patinho sabe? Hahahha, as paradas é isso… Mas tipo, quero crer que o ser humano, as vésperas do… enfim… sacou? O mundo já entrando em colapso, várias coisas e nego continua com o pensamento pequeno. Quero crer que vai andar, essa própria questão medicinal, ta andando sabe qual é? Acho que isso ajuda a entender diferente. Porque pra muita gente: Nego fuma maconha e o cara vai assaltar, matar e o caralho a 4. E porra, a maconha tem milhões de coisas, se fosse legalizado…

Não é só questão de fumar, é questão de tudo sacou? Papel, tecido… Abre um campo de uma coisa durável e com uma qualidade foda e que é idiota, imbecil nego não estar usando isso até hoje. É um tiro no pé, absurdo! E a coisa tem muito mais… É questão médica também, CBD, sei lá.

O mote, o meu pedido é o mínimo de bom senso. Parar pra pensar não dói.

Novamente, valeu BNegão pela oportunidade, pela informação e por estar ai na luta a décadas e inclusive, apoiando a campanha Regule a Maconha, o projeto colaborativo de todos: ativistas, blogueiros, djs, jornalistas, músicos, filósofos, designers, desenvolvedores, professores, neurocientistas, médicos e você.  Acesse aí veja mais depoimentos e saiba como participar.

Regule a Maconha.com

 

Esse foi o vídeo que ele citou acima, do depoimento no #ReguleaMaconha

E pra você que assistiu ou leu a matéria até o final e já tá ligado no regule. Confere o bônus que preparei dessa entrevista;

[indeed-social-locker sm_list=’fb,tw,li’ sm_template=’ism_template_1′ sm_list_align=’horizontal’ sm_display_counts=’false’ sm_display_full_name=’true’ locker_template=2 sm_d_text=’

Esse post contém um extra sobre a matéria

Compartilhe o post e tenha acesso completo!

‘ ism_overlock=’default’ ]

[Usuário] Planet Hemp – Não compre, plante

 

[Enxugando o Gelo] BNegão & Seletores de Frequência  – A verdadeira dança do patinho

 

[Enxugando o Gelo] BNegão & Seletores de Frequência  – Enxugando o Gelo

Quer saber mais sobre o BNegão & Os Seletores de Frequência, musicas, shows, etc?
Clique aqui e entre no site, ou curta no facebook.

 

SemSequela, não lembra da abertura das Olimpíadas de Londres, 2012?

https://youtu.be/iY6-TEOUwBQ?t=9m45s

 

Também é legal ver;

https://www.youtube.com/watch?v=z_lxYOsCAxc

A pergunta sobre as olimpíadas foi oriunda desse documentário (em inglês) que mostra o lado B do Brasil… Na época se preparava para sediar a Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos,  mostra a história cultural e social da cidade do Rio de Janeiro, “a cidade dos extremos”.

E BNegão foi um dos participantes do documentário não só pela trilha sonora, como também com um depoimento onde fala que “o Rio de Janeiro já está todo negociado”. Por isso a pergunta.
[/indeed-social-locker]

Escreva seu comentário

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here