Apoiomedicos maconha

12321603_583558355141918_7861257633067892262_n

No dia 10 de março, na semana passada, fiz uma tirinha com um tema que venho tentando abordar de alguma maneira já faz algum tempo: como explicar o uso da maconha em diferentes formas com as tirinhas do Zé Polvilho.

O grande problema para mim é o formato, já que o Zé Polvilho é uma webcomic e possui limitações como o dispositivo que o usuário vai acessar, entre outras coisas.

A asma, para mim, é um dos principais temas, pois posso falar com conhecimento de causa visto que sofro da doença desde muito pequeno. Daí resolvi retratar esta realidade que já havia sido explicada aqui no site em um trecho desta entrevista aqui.

Quem sofre de asma, sabe que nada pode ser mais pavoroso do que não conseguir respirar. O ar não entra e o que já entrou não sai. Simplesmente você para de respirar.

O que acontece no caso da maconha é que, ao entrar no organismo, o THC relaxa e dilata os brônquios, que são as portas de entrada do pulmão. Porém, o melhor método para este caso é a vaporização ou, como no meu caso, fumar com alguma espécie de filtro que amenize os efeitos de irritação da traquéia pela fumaça densa.

Outro problema que o asmático enfrenta é a qualidade do fumo. Isto porque, em sua maioria, a maconha fumada no Brasil vem prensada com outras substâncias (vamos chamar assim para não apavorar ninguém, por nessa prensagem vai de tudo). Conforme a qualidade da erva, se for ruim, o asmático sente na exata hora da primeira tragada o quão puro é o produto.

Em visita a um amigo que reside agora no Uruguai, tive a chance de provar outros tipos de cannabis em seu estado puro e é incrível como, no exato momento em que passa a irritação da traquéia (que pode durar muito pouco durante o ato de fumar), o ar flui para os pulmões como nunca antes eu havia experimentado.

Portanto, se você é asmático assim como eu, uma boa ideia é plantar o seu próprio fumo para garantir qualidade. Mas se realmente não houver como plantar na sua casa, procure sempre fumar da melhor qualidade possível pois o asmático é uma curadoria viva de cannabis.

2 COMENTÁRIOS

  1. Adorei! Sou asmatica e poucos que sabem que eu fumo nao acreditam, mas melhora e muuuito. Vejo q vou começar uma crise, eu fumo e fico de boa rs..passa. respiro muito melhor.

  2. Muito bom saber disso, sou asmatico, n tenho vaporizador, bem as vezes me da umas crises de noite e tenho que apelar pra bombinha, acho que se usar vaporizador, vai ate me ajudar, muito util o post

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here