A McLaren viralizou nas sociais depois que hasteou a bandeira do México, sem notar que a bandeira em questão tinha uma folhona de maconha no meio do símbolo nacional.

Para atrair os mexicanos e fãs do piloto Sergio Perez, duas lojas de produtos da equipe McLaren no Circuito das Américas, onde foi realizado o GP dos Estados Unidos, hastearam bandeiras do México ao lado da fachada. Mas teve quem notou o detalhe: a estampa de uma folha de maconha no meio do símbolo nacional.

McLaren folha maconha bandeira mexicana
Hahhaha, uma novela por causa de uma folhinha…
A gafe gerou um mal-estar diplomático. O consulado do México reclamou das estampas de folha de maconha. A McLaren retirou as bandeiras e pediu desculpas.

Em comunicado oficial, a McLaren esclareceu que as peças não foram fabricadas pela equipe e nem tiveram autorização para serem exibidas no exterior das lojas. A escuderia pôs a culpa em uma parte terceirizada, mas não identificou os responsáveis.

Representantes do consulado mexicano em Austin, capital do Texas e sede do GP dos Estados Unidos, reclamaram das bandeiras na sexta-feira, e solicitaram que fossem retiradas do circuito. No sábado, o pedido foi atendido.

A McLaren é uma das duas equipes da Fórmula 1 que contam com representantes mexicanos. A outra é a Sauber, com Esteban Gutierrez. O Texas é um dos estados norte-americanos que fazem fronteira com o México, país que sofre com a violência gerada pelo tráfico de drogas.

Escreva seu comentário

1 COMMENT

  1. Affs o México é perfeito e não vou parar de gostar dele só por que fazem piadinhas de mal gosto e também a maconha é liberada lá

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here