Apoiomedicos maconha

Bill de Blasio sancionou três leis contra a fabricação e a venda da maconha sintética, uma droga barata e perigosa que já possui diversos nomes: K2, Spice, Galaxy, Rush ou Matrix. Segundo as autoridades mais de 4.500 internações e 1 óbito já foram registrados neste ano devido à droga. As informações são da AFP.

A cidade de Nova York declarou nesta terça-feira guerra à maconha sintética, uma droga barata e perigosa que preocupa cada vez mais as autoridades.

O prefeito Bill de Blasio sancionou três projetos de lei que reforçam as sanções contra a fabricação e a venda dessa droga, que apareceu nos anos 2000 e é conhecida como K2, Spice, Galaxy, Diamond, Rush ou Matrix.

Aperte e Leia: Estudo detecta uso de maconha sintética no Brasil

As tabacarias que continuarem a vendê-la terão sua licença suspensa, ou mesmo cancelada. A venda de K2 pode acarretar um ano de prisão e uma multa de 5.000 dólares. Não há pena prevista para o consumidor.

“O K2 é uma ameaça à segurança e à saúde públicas”, disse o prefeito, antes de firmar os projetos, que entram em vigor em 60 dias.

Aperte e Leia: Maconha sintética entra com facilidade no Brasil

Nos Estados Unidos, ela é vendida de maneira legal como “incenso” em pequenos pacotes de material vegetal seco.

Segundo o Departamento de Saúde de Nova York, o uso da maconha sintética foi vinculado ao aparecimento de taquicardia, convulsões, hipertensão, perda da consciência, problemas renais e até óbito.

Aperte e Leia: Adolescente faz recuperação dramática depois de fumar maconha sintética

Uma pessoa morreu de overdose em Nova York, segundo as autoridades. Mais de 4.500 internações de emergência registradas desde o início do ano são atribuídas à droga.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here