Apoiomedicos maconha

Brasil. Hoje terminou o segundo turno de muitas cidades brasileiras, entre todas as eleições, a que mais ganhou notoriedade nesse domingo (31) foi a do Rio, de um lado, lutando pelas causas sociais, Marcelo Freixo e do outro o Pastor da Universal, Crivella. Pensávamos que após esse Impeachment a população teria um entendimento melhor, sqñ, parte da população se quer votou e quem ganhou foram os fiéis e conservadores que foram votar.

Como se não bastasse ganhar, segundo a Folha de São Paulo. A comemoração do pastor teve um Pai Nosso, disse que não vai ser favorável ao aborto e legalização das drogas. Disse ainda que seu governo não será ‘Fora Temer’.

Ele encerrou seu discurso com a palavra “amém”.

“Faremos um governo técnico com homens e mulheres de bem”.
Como prefeito logicamente ele não consegue legalizar a erva, mas no entanto ele é responsável por muitos âmbitos diretamente ligado as pessoas, por exemplo a guarda municipal, que diga-se de passagem tem sido mais violenta que a própria policia em muitas capitais, com ele na prefeitura você pode ter certeza que ela vai ser violenta, repressora e acima de tudo desrespeitosa. Assim como o candidato que faltou vários debates pois sabia que estava perdendo votos a cada palavra merda  que falava.

A eleição que marcou a vitória de Marcelo Crivella (PRB) sobre Marcelo Freixo (PSOL) teve pelo menos 1.314.950 abstenções. O número é maior do que os votos obtidos pelo candidato do PSOL: 1.163.662 (40,64% dos votos).

Isso nós faz pensar bem o quanto da população, as vezes inclusive nós mesmos, reclamamos sobre os problemas da política, mas queremos tudo mastigado e não exercemos nosso maior direito, o voto.

Reflita
Reflita

Você pode até questionar sobre a falta de representatividade, mas nós temos que ver quem está lá e jogar com as peças que existem ou aparecer. Não adianta querer a mudança com um fantasma, esperando que o sistema mude por você não votar. No mínimo é muita ingenuidade.

O número de cariocas que não foram às urnas equivale a 26,85% do eleitorado. Ou seja, só 3.583.094 eleitores foram votar (73,15% do eleitorado).

Teve também outros 149.866 eleitores tinham votado branco (4,18% dos votos), e 569.536 tinham votado nulo, o que equivalia a 15,90% dos votos.

Agora para você que acredita que o estado deve ser laico e político não deve ser profissão, ficou difícil né? Mas calma, engole esse nó e lembre-se. Nós tem quatro anos para estudar política, ler, bastante e compartilhar com sua família e amigos os podres e as felicidades dos nossos políticos atuantes para que na próxima eleição, nossa família, nosso bairro. A nossa galera vá pro mesmo lado.

E não esqueça, cabe a você, cidadão, cobrar da prefeitura, dos vereadores, acompanhar a política de forma ativa. E isso dá pra fazer todos os dias. Você lembra o caso da cidade que a população invadiu a câmara de vereadores e obrigou eles a baixarem o próprio salário? Pois é, funciona!

Pra lembrar…
Laico significa que não deve ser influenciado por uma religião. O termo “laico” tem sua origem etimológica no grego laikós que significa “do povo”. Está relacionado com a vida secular (mundana) e com atitudes profanas que não se conjugam com a vida religiosa.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here