Apoiomedicos maconha

12654353_570717466426007_2799734592865731387_n

Andar pela rua fumando um “careta” é muito natural. Mais ainda a atitude porca de jogar a bituca no chão. Porém, se a palavra natural se refere à erva que você fuma sem incomodar ninguém enquanto vai a pé para casa depois de um dia estressante de trabalho para pagar as contas, você é o errado.

Quando passo pela rua a caminho de casa em um dia que decidi ir a pé, vou observando a cara das pessoas me olhando. Algumas não ligam, outras fazem algum gesto mas sempre tem um que se sobressai, como uma mulher que, quando me viu soltando a fumaça, tapou a cara com a blusa para “filtrar” o ar impuro e atravessou a rua me olhando como se eu fosse uma ameaça. Detalhe: ela estava longe de mim, não teria nem como reclamar dizendo que fui idiota soltando a fumaça na cara dela.

A cabeça das pessoas precisa mudar, precisa evoluir para que possamos pensar sobre liberdade.

Liberdade sobre suas próprias escolhas pois a consciência do que te faz mal deve partir de si. Cada um sabe o seu limite. Até onde beber, até onde fumar, até onde o seu espaço invade o espaço do outro.

Falando em espaço, hora de aproveitar que não estou na situação ali da tirinha, na rua, e acender um do bom.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here